Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Ceftriaxona injetável: como diluir e administrar?

Semelhante à penicilina, a Ceftriaxona injetável é um antibiótico usado para eliminar o excesso de bactérias que podem causar infecções como a sepse, meningite, pneumonia e outras doenças. O medicamento Ceftriaxona pode ser encontrado em forma de ampola para injeção com os nomes Rocefin, Ceftriax, Triaxin ou Keftron. 

A Ceftriaxona intramuscular age ao inibir a síntese da membrana celular das bactérias. A substância pertence ao grupo de medicamentos anti-infecciosos e aos subgrupos antibacterianos e cefalosporina de 3ª geração, tendo um espectro de ação muito mais amplo para os gram-negativos (bactérias que não retêm o corante violeta de genciana durante o recurso ao protocolo de coloração de Gram) do que as cefalosporinas de 1ª e 2ª geração.

Para que serve o antibiótico Ceftriaxona?

A Ceftriaxona injetável é indicada no combate de infecções provocadas por microrganismos gram-positivos e gram-negativos susceptíveis, como infecções urinárias, respiratórias, abdominais, da pele e tecidos moles, dos ossos ou articulações, renais e do trato urinário, faringites, otite média e amigdalites, sinusites e gonorreia.

O medicamento Ceftriaxona também é indicado na prevenção de infecções após intervenções cirúrgicas, em pacientes com chances de desenvolver infeções urinárias ou gastrointestinais. 

Como diluir e administrar a Ceftriaxona injetável?

O medicamento Ceftriaxona deve aplicado por um profissional de saúde por meio de uma injeção. A quantidade administrada depende do tipo de infecção, sua gravidade e do peso do paciente. O tempo de tratamento varia de acordo com a evolução da doença.

Para adultos e crianças com mais de 50 kg, geralmente, a dose recomendada é de 1 a 2 g uma vez por dia. Em casos mais graves, a dose pode ser aumentada para 4 g uma vez ao dia. Em crianças com idade entre 15 dias e 12 anos com peso inferior a 50 kg: a dose recomendada é de 20 a 80 mg por cada kg de peso por dia. Já em recém-nascidos com menos de 14 dias, a dose recomendada é de cerca de 20 a 50 mg por cada kg de peso corporal por dia, não devendo ultrapassar esta dose.

Confira abaixo como funciona a diluição de medicamentos:

 

Nome
Dosagem
Conservação

Administração

Reconstituição

Diluição após reconstituição

Estabilidade

Incompatibilidades

Ceftriaxona

1 g

Inferior a 30 °C

Protegido da Luz

IV direta por 2 a 4 minutos

10 mL de água estéril

Usar imediatamente

A solução diluída é estável por até 3 dias entre 15 a 30 °C e até 10 dias entre 2 a 8 ºC.

Não misturar com amsacrina, vancomicina, fluconazol, aminoglicosídeos e outros antimicrobianos, solução de Ringer ou que contenha cálcio.  

Infusão IV por pelo menos 30 minutos

10 mL de água estéril

Diluir para 50 mL ou 100 mL de SF ou SG.

IM profunda

3,5 mL de água estéril ou lidocaína 1%

Não diluir

Não armazenar

IM profunda

3 mL de água estéril

Não diluir

 

http://www.hgb.rj.saude.gov.br/ccih/Todo_Material_2010/ROTINA%20G/rotina_g3_guia_de_diluicao_de_antimicrobian.pdf

Contraindicação da Ceftriaxona

A Ceftriaxona intramuscular não deve ser utilizada em recém-nascidos prematuros ou com hiperbilirrubinemia e pessoas que apresentaram alguma reação alérgica prévia a cefalosporinas, penicilinas e seus derivados ou penicilamina. Em mulheres grávidas ou lactantes não há estudos adequados que comprovem problemas, ficando a critério do médico.  

É preciso avaliar os riscos versus os benefícios do uso do medicamento Ceftriaxona. Em pessoas com histórico de doença gastrintestinal, como colite ulcerativa, enterite regional ou colite associada a antibióticos, o medicamento pode agravar a colite pseudomembranosa. Já em pessoas com histórico de doença com sangramento, pode ocorrer sangramento por hipoprotrombinemia; diminuição da função renal; doença na vesícula biliar, trato biliar, fígado ou pâncreas. Em pacientes com dieta restritiva de sal, é preciso considerar que há 3,6 mEq de sódio por grama de produto.

Quais os efeitos colaterais da Ceftriaxona?

Diarreia, fezes amolecidas, eosinofilia, trombocitopenia, leucopenia, aumento das enzimas hepáticas e erupção cutânea são os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o medicamento Ceftriaxona, acometendo cerca de 10% dos pacientes. No local da injeção, pode ocorrer enduração, retesamento e aumento da temperatura.  

A Ceftriaxona intramuscular também pode aumentar os riscos de hemorragias com inibidores da agregação plaquetária, anticoagulantes orais,  heparina e agentes trombolíticos. O medicamento não deve ser associado com soluções intravenosas contendo cálcio na mesma linha e nem em linha separada ao mesmo tempo — o intervalo de administração deve ser de, no mínimo, 48 horas. Pode ocorrer precipitação cálcio-Ceftriaxona nos pulmões e rins e morte, particularmente em recém-nascidos a termo ou prematuros.

Outras reações adversas podem acontecer no aparelho digestivo (náuseas, vômitos e diarreia) e hipersensibilidade (caracterizadas geralmente por erupções cutâneas, urticária, prurido, artralgias e, por vezes, embora raramente, reações anafiláticas). Mais raramente, podem ocorrer reações adversas no sangue (eosinofilia, agranulocitose e trombocitopenia) e no fígado (alterações das enzimas hepáticas e icterícia colestática).

Onde comprar Ceftriaxona

Para comprar medicamentos de forma segura, é preciso confiar no seu fornecedor. Para isso, conte com uma empresa que vende medicamentos on-line há mais de 10 anos, com garantia de procedência. Compre Ceftriaxona injetável com mais segurança, melhores preços e entregas em todo o Brasil.