Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Coleta de sangue: passo a passo

Os exames de sangue fazem parte da rotina médica e são fundamentais para acompanhamento das nossas condições de saúde. Por meio de investigações no sangue é possível diagnosticar desde problemas comum até doenças mais graves. Por isso, a coleta de sangue é um procedimento comum e realizado com bastante frequência em laboratórios de análises clínicas, hospitais e outros ambientes médicos.

A coleta de sangue é um procedimento feito por profissionais qualificados para tal função, pois além da questão técnica da forma como se faz a punção venosa, a pessoa deve saber como funciona o processo de análise do sangue para colher as amostras de maneira adequada. Existem diferentes tipos de exames de sangue e para um exige-se uma amostra diferente. A amostra colhida pelo profissional deve ter em vista o tipo de análise solicitada pelo médico e deve-se usar os materiais para coleta de sangue certos.

Passo a passo da coleta de sangue

Podemos dizer que existem três tipos de coleta de sangue: por meio de seringa e agulha, coleta de sangue a vácuo e punção digital. Para estes procedimentos são adotados alguns métodos que são comuns a todos e outros específicos. Veja como é a coleta de sangue com seringa e a vácuo:

Coleta de sangue com seringa e agulha

1. Confira se tem a disposição todos materiais que precisa;

2. Higienize as mãos;

3. Organize os materiais conforme a ordem de uso;

4. Explique ao paciente como será feita a coleta;

5. Confirme com ele os dados e cole as etiquetas nos tubos;

6. Coloque a luva e mostre ao paciente as seringas e agulhas nas embalagens antes de abrir;

7. Veja onde pode fazer a punção venosa;

8. Faça assepsia do local e garroteie o braço do paciente pedindo para ele feche a mão;

9. Tire a capa da agulha, faça a punção, solte o garrote e peça para o paciente abrir a mão;

10. Colete a quantidade de sangue necessária para a realização dos exames solicitados;

11. Quando terminar, retire a agulha, peça para que o paciente faça pressão por três minutos em média e acione o dispositivo de segurança da agulha;

12. Descarte a agulha e coloque o sangue em tubo de coleta fazendo a homogeneização recomendada;

13. Faça um curativo no paciente e oriente para que continue pressionando o local;

14. Descarte a seringa e as luvas.

Coleta de sangue a vácuo

A coleta de sangue a vácuo é feita seguindo os mesmos passos da coleta com seringa e agulha, sendo diferente apenas na manipulação dos materiais. Neste caso, a agulha possui um suporte para encaixe dos tubos de coleta onde o sangue será armazenado. Este procedimento permite que diferentes amostras sejam colhidas sem ter a necessidade de fazer uma nova punção venosa.