Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Loratadina (Claritin) - Cimed - 10 MG - GEOLAB / C/12 COMPRIMIDOS

Por: R$ 3,80

Preço a vista: R$ 3,80

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

  • Descrição

A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários, Dentistas e Biomédicos com habilitação em estética, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais, em um dos nossos canais de atendimento; e-mail: atendimento@hospitalardistribuidora.com.br , ou WhatsApp (18) 99764-2232. A venda para CNPJ deverá ser enviado nos mesmos canais de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.


 


Loratadina - Indicações


O produto está indicado para o alívio dos sintomas associados com rinite alérgica tais como: coriza, espirros e prurido nasal, ardor e prurido ocular. Os sinais e sintomas oculares e nasais são rapidamente aliviados após administração oral do produto. O medicamento está também indicado para o alívio dos sinais e sintomas de urticária e outras afecções dermatológicas alérgicas.


 


Contraindicações de Loratadina


A Loratadina está contraindicada em pacientes que tenham demonstrado hipersensibilidade ou idiossincrasia a seus componentes.


 


Advertências


A segurança e eficácia de Loratadina em crianças abaixo de 2 anos ainda não foi estabelecida. Pacientes com hepatopatia grave devem iniciar o tratamento com doses baixas de Loratadina, uma vez que eles podem ter uma depuração reduzida de Loratadina; uma dose inicial de 5 ml (5 mg) diários ou de 10 ml (10 mg) em dias alternados é recomendada. O tratamento com Loratadina xarope para pacientes diabéticos deve ser avaliado pelo médico, visto que a quantidade de sacarose presente em 5 ml (5 mg) de Loratadina xarope é de 3 g.
Uso durante a gravidez e lactação
Não está estabelecido se o uso de Loratadina pode acarretar riscos durante a gravidez ou lactação. Portanto, o medicamento só deverá ser utilizado se os benefícios potenciais para a mãe justificarem o risco potencial para o feto. Considerando que a Loratadina é excretada no leite materno e devido ao aumento de risco do uso de anti-histamínicos por crianças, particularmente por recém-nascidos e prematuros, deve-se optar ou pela descontinuação da lactação ou pela interrupção do uso do produto. Categoria B para gravidez segundo o FDA. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

“Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.” “Atenção: este medicamento contém açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de diabetes.”

 


 


Reações adversas / Efeitos colaterais de Loratadina


A Loratadina não apresenta propriedades sedativas clinicamente significantes quando utilizado na dose recomendada de 10 mg diários. As reações adversas reportadas comumente incluem fadiga, cefaléia, sonolência, boca seca, transtornos gastrintestinais, tais como náusea e gastrite e também manifestações alérgicas cutâneas (exantema ou rash). A incidência de reações adversas com Loratadina xarope tem sido comparável à do placebo. Em estudos clínicos pediátricos controlados, a incidência de cefaléia, sedação, nervosismo, relacionada ao tratamento, foi similar à do placebo, além do que tais eventos foram raramente relatados.
 


Loratadina - Posologia


Crianças de 2 a 12 anos: Peso corporal abaixo de 30 kg: 5 ml (5 mg) de Loratadina xarope uma vez por dia Peso corporal acima de 30 kg: 10 ml (10 mg) de Loratadina xarope uma vez ao dia Adultos e crianças acima de 12 anos: 10 ml (10 mg) de Loratadina xarope uma vez ao dia Insuficiência hepática ou renal crônica: a dose inicial deverá ser diminuída para 10 ml (10 mg) em dias alternados. No caso de esquecimento de alguma dose, oriente seu paciente a tomar a medicação assim que possível e a manter o mesmo horário da aplicação do medicamento pelo restante do tratamento.


 


Loratadina - Informações


A Loratadina é um anti-histamínico tricíclico potente, de ação prolongada, com atividade seletiva, antagônica, nos receptores H1 periféricos. A Loratadina é rapidamente absorvida no tubo digestivo, após a ingestão oral. As concentrações plasmáticas máximas são atingidas em 1 hora, e sua meia-vida é de 17 a 24 horas. A Loratadina é metabolizada no fígado, de forma intensa, em descarboetoxiLoratadina, que é o metabólito ativo. Sua ligação a proteínas plasmáticas é de 97 a 99%, e a do metabólito ativo é de 73 a 76%. A insuficiência renal não modifica de forma significativa a farmacocinética da Loratadina. Em caso de insuficiência hepática, há modificação dos parâmetros farmacocinéticos, e a dose de Loratadina deve ser diminuída. Nos pacientes idosos, não há necessidade de alteração da dose, pois os parâmetros farmacocinéticos não se modificam de forma significativa.