Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Dipirona Sódica Gotas 10ml (Novalgina) - Medquimica Genérico

Por: R$ 3,12

Preço a vista: R$ 3,12

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

  • Descrição

A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários e Dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para CNPJ deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.


 


Dipirona Sódica é um medicamento à base de dipirona sódica, utilizado no tratamento das manifestações dolorosas e febre. Para todas as formas farmacêuticas, os efeitos analgésico e antipirético podem ser esperados em 30 a 60 minutos após a administração e geralmente duram aproximadamente 4 horas.


Analgésico e Antitérmico.


Dipirona sódica não deve ser usada nos seguintes casos: - Pacientes com alergia à dipirona sódica ou a qualquer um dos componentes da formulação ou a outras pirazolonas (ex. fenazona, propifenazona) ou a pirazolidinas (fenilbutazona, oxifembutazona) incluindo, por exemplo, caso anterior de agranulocitose em relação a um destes medicamentos.


- Em certas doenças metabólicas tais como: porfiria aguda do fígado intermitente (pelo risco de indução de crises de porfiria) e deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (pelo risco de ocorrência de hemólise).


- Função da medula óssea insuficiente (ex.: após tratamento citostático) ou doenças do sistema hematopoiético.


- Asma analgésica ou intolerância analgésica do tipo urticária-angioedema, ou seja, em pacientes com desenvolvimento anterior de broncospasmo ou outras reações anafilactóides (ex.: urticária, rinite, angioedema) provocadas por salicilatos, paracetamol ou outros analgésicos não-narcóticos (ex.: diclofenaco, ibuprofeno, indometacina, naproxeno).


- Durante os três primeiros e três últimos meses de gravidez.


Dipirona sódica solução oral: é contra-indicado em crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos 5 kg.


Dipirona sódica comprimidos: é contra-indicado em crianças menores de 15 anos.


Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.


Pacientes que apresentam reações anafilactóides à dipirona sódica podem apresentar um risco especial para reações semelhantes a outros analgésicos não-narcóticos (ex. salicilatos, paracetamol, diclofenaco, ibuprofeno, indometacina, naproxeno). Pacientes que apresentam reações anafiláticas ou outras imunologicamente-mediadas, ou seja, reações alérgicas (ex.: agranulocitose) à dipirona sódica, podem apresentar um risco especial para reações semelhantes a outras pirazolonas (ex.: fenazona, propifenazona) ou pirazolidinas (ex.: fenilbutazona, oxifembutazona).


Os seguintes pacientes apresentam risco especial para reações anafilactóides graves possivelmente relacionadas à dipirona sódica: - pacientes com asma analgésica ou intolerância analgésica do tipo urticária-angioedema (ver item contra-indicações); - pacientes com asma brônquica, particularmente aqueles com rinosinusite poliposa concomitante; - pacientes com urticária crônica; - pacientes com intolerância ao álcool, ou seja, pacientes que reagem até mesmo a pequenas quantidades de certas bebidas alcoólicas, apresentando sintomas como espirros, lacrimejamento e rubor pronunciado da face. A intolerância ao álcool pode ser um indício de síndrome de asma analgésica prévia não diagnosticada.


Em pacientes no qual a diminuição da pressão sangüínea deve ser absolutamente evitada, tais como em pacientes com doença grave das artérias coronarianas ou obstrução relevante dos vasos sangüíneos que suprem o cérebro, a dipirona sódica deve ser administrada somente sob supervisão médica e com monitorização hemodinâmica. Em pacientes com insuficiência dos rins ou do fígado, desaconselha-se o uso de altas doses de dipirona sódica, visto que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona sódica em longo prazo em pacientes com insuficiência dos rins ou do fígado. Em pacientes idosos e pacientes debilitados deve-se considerar a possibilidade de desenvolvimento de insuficiência dos rins ou do fígado.


A dipirona sódica pode causar redução dos níveis plasmáticos de ciclosporina. Deve-se, portanto, realizar monitorização das concentrações de ciclosporina quando da administração concomitante de dipirona sódica.


Informe seu médico ou cirurgião dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.


Solução oral (gotas): Cada 1 ml = 20 gotas. Adultos e adolescentes acima de 15 anos – 20 a 40 gotas em administração única ou até o máximo de 40 gotas 4 vezes ao dia.


As crianças devem receber dipirona sódica gotas conforme seu peso seguindo a orientação deste esquema:










































Peso (média de idade)


Dose

Solução oral (Em ml)



5 a 8 kg (3 a 11 meses)



Dose única Dose máxima diária



2 a 5 20 (4 tomadas x 5 gotas)



9 a 15 kg (1 a 3 anos)



Dose única Dose máxima diária



3 a 10 40 (4 tomadas x 10 gotas)



16 a 23 kg (4 a 6 anos)



Dose única Dose máxima diária



5 a 15 60 (4 tomadas x 15 gotas)



24 a 30 kg (7 a 9 anos)



Dose única Dose máxima diária



8 a 20 80 (4 tomadas x 20 gotas)



31 a 45 kg (10 a 12 anos)



Dose única Dose máxima diária



10 a 30 120 (4 tomadas x 30 gotas)



46 a 53 kg (13 a 14 anos)



Dose única Dose máxima diária



15 a 35 140 (4 tomadas x 35 gotas)




Comprimidos: adultos e adolescentes maiores de 15 anos: 1 a 2 comprimidos, até 04 vezes ao dia. Doses maiores, somente a critério médico. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas procure orientação médica ou de seu cirurgião dentista.


Não use medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.


Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças