Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Por que fazer ultrassom com doppler fetal?

O momento do ultrassom na gravidez é o mais esperado sempre. São naqueles poucos minutos que a mãe consegue ter contato visual com o feto e o médico consegue avaliar se está tudo em ordem. Existem diferentes tipos de exame de imagem indicados durante o pré-natal, sendo alguns obrigatórios e outro opcionais. O ultrassom com doppler fetal é um desses casos, pois só é indicado quando existe alguma suspeita de que o bebê tem crescimento irregular.

Um dos principais objetivos do doppler fetal é averiguar se o feto possui um crescimento adequado para o estágio da gestação. Para isso, recomenda-se a realização desse exame que irá analisar se o fluxo de sangue da placenta para o bebê está adequado. Além disso, são checados o fluxo de oxigênio e as batidas cardíacas.

A realização desse exame pode detectar algum problema, como: falta de oxigenação, má nutrição, baixa quantidade de líquido amniótico, má formação dos órgãos e atividade cardíaca irregular. Fazendo o diagnóstico precoce, os cuidados necessários podem ser tomados para que o feto se recupere durante o restante da gravidez.

Esse exame é altamente recomendado quando existe suspeita de pré-eclâmpsia, um quadro bastante perigoso para a mãe e para o bebê.

Como funciona o doppler fetal?

A realização do ultrassom com doppler fetal é bastante parecida com a de um ultrassom comum. A paciente fica deitada e o médico usa um gel para deslizar o equipamento sobre a barriga. Esse procedimento não utiliza radiação e não é invasivo, pois transforma as ondas sonoras em imagem.

Existe também o doppler fetal portátil, também chamado de monitor fetal que pode ser usado pela própria gestante para ouvir os batimentos do bebê. Esse é o equipamento dos sonhos de qualquer gestante, afinal, nada melhor que acompanhar o desenvolvimento do seu bebê em casa. Mas, é importante destacar, antes da compra, que você se certifique de que o uso não prejudicará o feto.