Fale Conosco | Hospitalar Distribuidora
Minha Conta | Hospitalar Distribuidora
0Carrinho | Hospitalar Distribuidora

Isossorbida 5mg C/30 Comprimidos (Isordil) - EMS

Site 100% Seguro | Hospitalar Distribuidora

Por: R$ 15,40

Preço a vista: R$ 15,40

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Comprar

Porque comprar na HD:

Desconto para pagamento à vista

Entrega garantida para todo o Brasil

Produto 100% Original

Compra Segura

Parcelamento sem juros

DESCRIÇÃO


A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários e Dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para CNPJ deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.



 



Apresentação de Isordil



Isordil® Sublingual de 5,0 mg: caixa contendo 30 comprimidos.



Uso Oral

Uso Adulto



 



Isordil - Indicações



1. Angina Pectoris Isordil® oral comprimidos: Na profilaxia da dor isquêmica cardíaca associada à insuficiência coronariana.

Isordil® pode reduzir a freqüência, duração e intensidade das crises de angina. A tolerância ao exercício pode ser restabelecida e a necessidade de nitroglicerina pode ser reduzida. Os comprimidos orais não são indicados para o tratamento da crise.

Isordil® sublingual comprimidos: No tratamento de angina pectoris e na profilaxia em situações que podem desencadear uma crise de angina como, por exemplo, estresse físico ou emocional. Isordil® AP (Ação Prolongada): Na profilaxia de manutenção contra crises de angina pectoris, incluindo angina noturna. Isordil® AP pode reduzir a freqüência, duração e intensidade das crises de angina. A tolerância ao exercício pode ser restabelecida. Isordil® AP não é indicado no tratamento de crises de angina.

2. Insuficiência Cardíaca Congestiva Na insuficiência cardíaca congestiva aguda e crônica, ambas a formas, oral e sublingual, podem ser usadas. Insuficiência cardíaca congestiva aguda e crônica (incluindo aquela associada ao infarto do miocárdio). De acordo com a conduta atual Isordil® deve ser considerado somente como auxiliar aos métodos convencionais de tratamento (glicosídeos cardíacos, inibidores da enzima conversora de angiotensina e diuréticos); porém, em casos refratários, pode ser usado isoladamente ou simultaneamente com outros vasodilatadores. Isordil® é particularmente eficaz em pacientes com pressão diastólica final do ventrículo esquerdo aumentada (PDFVE) e débito cardíaco normal ou aproximadamente normal, nos quais a congestão pulmonar ou edema é o problema principal. Isordil® é especialmente recomendado quando a doença arterial coronariana é causa da insuficiência cardíaca congestiva, sendo neste caso, seu efeito antianginoso de grande importância.



 



Advertências



Como com qualquer nitrato, recomenda-se cautela quando Isordil® for administrado a pacientes com glaucoma, hipertireoidismo, anemia severa, traumatismo craniano recente e hemorragia severa. Devido a uma possível resposta hipotensora, Isordil® deve ser utilizado com precaução em associação a bloqueadores dos canais de cálcio, em pacientes que apresentem redução do volume sanguíneo devido ao tratamento com diuréticos, ou naqueles pacientes em uso de sildenafil. Medidas de suporte apropriadas não foram estudadas, porém, o tratamento como para uma superdosagem por nitratos parece ser adequado, com elevação das extremidades e com expansão do volume sanguíneo. A interrupção de Isordil® deve ser feita de maneira lenta e gradual, com a finalidade de evitar rebote nos efeitos hemodinâmicos e crises agudas de angina. O tratamento com Isordil® pode agravar a angina causada por cardiomiopatia hipertrófica. É possível a ocorrência de tolerância ao Isordil® e tolerância cruzada com outros nitratos e nitritos.

Carcinogênese, mutagênese e prejuízo da fertilidade:

Não foram realizados estudos prolongados em animais, para avaliar o potencial carcinogênico desta droga. Um estudo modificado de reprodução, com duas ninhadas, em ratos alimentados com dinitrato de isossorbida a 25 ou 100 mg/kg/dia, não revelou efeitos sobre a fertilidade ou gestação ou alguma patologia anormal nem nos pais, nem nos filhotes alimentados com dinitrato de isossorbida, quando comparados a ratos alimentados com uma dieta basal controlada.



 



Interações medicamentosas de Isordil



Os nitratos podem causar hipotensão, como resultado da vasodilatação periférica. O álcool pode intensificar este efeito. Os pacientes recebendo tratamento com Isordil® devem ser devidamente orientados. Os pacientes que estiverem recebendo tratamento com drogas antihipertensivas, bloqueadores beta-adrenérgicos, ou fenotiazinas simultaneamente com nitratos devem ser cuidadosamente monitorizados devido aos possíveis efeitos hipotensores cumulativos. Sildenafil - ver Precauções.



 



Reações adversas / Efeitos colaterais de Isordil



Pode ocorrer vasodilatação cutânea com eritema. É comum ocorrer cefaléia vascular, que pode tornar-se intensa e persistente. A cefaléia é geralmente aliviada pelo uso de analgésicos adequados, ou pela redução temporária da dose do medicamento, e tende a desaparecer após as primeiras duas semanas de uso do medicamento. Episódios passageiros de vertigem e fraqueza, além de outros sinais de isquemia cerebral, associados à hipotensão postural, podem ocorrer ocasionalmente. Alguns indivíduos podem apresentar sensibilidade acentuada aos efeitos hipotensores dos nitratos, mesmo com a dose terapêutica usual. Reações intensas como náusea, vômito, fraqueza, insônia, palidez, sudorese e colapso podem ocorrer. Em tais pessoas, o álcool pode intensificar estes efeitos. Medidas que facilitem o retorno venoso (por exemplo, cabeça baixa ou posição de Trendelenburg, respiração profunda, movimento das extremidades) geralmente revertem estes sintomas. Pode ocorrer ocasionalmente erupção cutânea e/ou dermatite esfoliativa. Náusea e vômito são pouco comuns.



 



Cuidados de administração:

Os comprimidos de Isordil® sublingual devem ser colocados e mantidos sob a língua, até completa dissolução. Os comprimidos de Isordil® oral e as cápsulas de Isordil® AP deverão ser ingeridos, sem mastigar, com a ajuda de um pouco de líquido. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.





Interrupção do tratamento:

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Reações adversas: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: dor de cabeça intensa; vermelhidão na pele; vertigem; fraqueza; queda da pressão; náusea; vômito; insônia; transpiração; palidez.



Contraindicações:



Isordil® está contraindicado a pacientes alérgicos ao dinitrato de isossorbida ou a qualquer outro componente da fórmula.