Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Dipirona Sódica 1G Injetável 2ml (Novalgina) - Teuto

Por: R$ 1,50

Preço a vista: R$ 1,50

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

  • Descrição


A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via cpf é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como médicos, médicos veterinários e dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para cnpj deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do alvará sanitáriocertificado de regularidade técnica e o contrato social.



 



Composição:



Cada ml da solução injetável contém dipirona sódica 500 mg.



 



Informação ao paciente:



Cuidados de armazenamento: a dipirona deve ser guardado ao abrigo da luz.



Prazo de validade: 3 anos desde que sejam observados os cuidados de armazenamento. Não tome medicamento com prazo de validade vencido, pois pode ser prejudicial à sua saúde.



Ação esperada do medicamento: o início de ação da dipirona injetável ocorre cerca de 8 minutos após administração endovenosa, e 20 a 30 minutos após administração intramuscular.



Informe seu médico caso fique grávida durante ou logo após ter feito uso do produto.



Interrompa imediatamente o uso deste produto e consulte seu médico se surgirem manifestações alérgicas em sua pele (coceira, placas vermelhas etc.), dor de garganta, ou qualquer outra anormalidade em sua boca ou garganta.



Cuidados de administração: nos primeiros 12 meses de vida: a dipirona só pode ser administrado por via intramuscular.



Cuidados na interrupção do tratamento: o tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente.



Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.



Ingestão concomitante com outras substâncias: pacientes sob tratamento com dipirona não devem ingerir bebidas alcóolicas. Pacientes em uso de medicamentos que contenham ciclosporina e clorpromazina não devem fazer uso de dipirona.



Precauções durante a gravidez: principalmente nos primeiros três meses, e nas 6 últimas semanas, a dipirona somente deve ser utilizado sob orientação médica.



Durante o tratamento pode se observar uma coloração avermelhada na urina, devido à excreção do metabólito ácido rubazônico, porém não tem significado toxicológico ou clínico.



 



Indicações:



Antiespasmódico, analgésico e antipirético.



 



Contraindicações:



A dipirona não deve ser administrado a pacientes com intolerância conhecida aos derivados pirazolônicos, assim como em determinadas doenças metabólicas, tais comoporfiria hepática e deficiência congênita de glicose- 6-fosfato-desidrogenase.



Como os demais analgésicos, a dipirona não deve ser administrado por períodos prolongados sem controle médico.



 



Precauções:



O uso da dipirona em casos de amigdalite ou qualquer outra infecção da buco- faringe



faringe: canal músculo membranoso comum aos sistemas digestivo e respiratório. Comunica-se com a boca e com as fossas nasais. É dividida em três partes: faringe superior (nasofaringe ou rinofaringe), faringe bucal (orofaringe) e faringe inferior (hipofaringe, laringofaringe ou faringe esofagiana), sendo um órgão indispensável para a circulação do ar e dos alimentos.



Faringe devem merecer cuidado redobrado. Esta afecção preexistente pode mascarar os primeiros sintomas de agranulocitose (angina agranulocítica), ocorrência rara, mas possível, quando se faz uso de produto que contenha dipirona.



Seu uso deve ser evitado nos primeiros três meses e nas últimas seis semanas de gestação, e mesmo fora destes períodos a dipirona somente deve ser administrado a gestantes em casos de absoluta necessidade.