Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Azitromicina 500 MG com 3 comprimidos (Genérico) - Medquímica

Por: R$ 8,48

Preço a vista: R$ 8,48

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

  • Descrição


A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários e Dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para CNPJ deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.



 



AZITROMICINA

Medicamento genérico



Comprimidos revestidos

Forma Farmacêutica e Apresentações

Comprimidos revestidos de 500 mg. Embalagem com 3 comprimidos de 500 mg.



USO ADULTO E PEDIÁTRICO



COMPOSIÇÃO - AZITROMICINA



Cada comprimido de 500 mg contém: Azitromicina diidratada (equivalente a 500 mg de Azitromicina)...524,00 mg

Excipientes q.s.p. ………....................……………….….. 1 comprimido

Excipientes: fosfato de cálcio dibásico anidro, celulose microcristalina, amido de milho, sílica anidra coloidal, carmelose sódica, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio. O revestimento (Opadry) é constituído por hipromelose, lactose monoidratada, dióxido de titânio, polietilenoglicol e citrato de sódio.



Características



A azitromicina é o primeiro antibiótico da classe denominada quimicamente como "azalídeos". Os membros desta classe de droga são derivados da classe dos macrolídeos, através da inserção de um átomo de nitrogênio no anel lactônico da eritromicina 



 



Distribuição:



O tempo necessário para alcançar os picos de concentração plasmática é de 2- 3 horas. A meia-vida plasmática terminal reflete bem a meia-vida de depleção tecidual de 2 a 4 dias. Em voluntários idosos (> 65 anos) observou-se um leve aumento nos valores da área sob a curva (AUC) após um regime de 5 dias, quando comparado com o de voluntários jovens (< 40 anos), mas este aumento não foi considerado clinicamente significante, sendo que neste caso o ajuste de dose não é recomendado.

Não foi observada qualquer diminuição significante na biodisponibilidade quando a Azitromicina comprimidos revestidos foi administrada concomitantemente a uma refeição rica em gorduras, podendo assim ser administrada a qualquer hora do dia, inclusive com as refeições.




 



INDICAÇÕES - AZITROMICINA



O produto é indicado em infecções causadas por organismos susceptíveis, em infecções do trato respiratório inferior, incluindo bronquite e pneumonia21, infecções da pele e tecidos moles, em otite média1 e infecções do trato respiratório superior, incluindo sinusite22 e faringite23/tonsilite. Nas doenças sexualmente transmissíveis no homem e na mulher, a Azitromicina é indicada no tratamento de infecções genitais não complicadas devido à Chlamydia trachomatis. É também indicado no tratamento de infecções genitais não complicadas

devido à Neisseria gonorrhoeae sem resistência múltipla. Infecções concomitantes com Treponema pallidum devem ser excluídas.



 



CONGRA-INDICAÇÕES - AZITROMICINA



O uso deste agente é contra- indicado em indivíduos com história de reações alérgicas ou hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou a qualquer um dos antibióticos macrolídeos, ou ainda a qualquer componente da fórmula.





Precauções e Advertências:



Assim como ocorre com a eritromicina e outros macrolídeos, têm sido raramente relatadas reações alérgicas sérias incluindo angioedema24 e anafilaxia25 (raramente fatal). Algumas destas reações observadas com o uso da azitromicina resultaram em sintomas9 recorrentes e necessitaram de um maior período de observação e tratamento.

Não há dados registrados do uso de azitromicina em pacientes com insuficiência renal11 mais grave; portanto deve- se ter cautela antes de prescrever a Azitromicina a estes pacientes (vide "Informações Técnicas -Farmacocinética").

Uma vez que a principal via de excreção da azitromicina é o fígado26, Azitromicina deve ser utilizada com cautela em pacientes com disfunção hepática significante. Em pacientes recebendo derivados do ergot, o ergotismo tem sido acelerado pela co- administração de alguns antibióticos macrolídeos. Não há dados a respeito da possibilidade de uma interação entre ergot e azitromicina. Entretanto, devido à possibilidade teórica de ergotismo, Azitromicina e derivados do ergot não devem ser co-administrados.