Fale Conosco | Hospitalar Distribuidora
Minha Conta | Hospitalar Distribuidora
0Carrinho | Hospitalar Distribuidora

Adrenalina 1mg Injetável C/100 Ampolas de 1ml - Hipolabor

Site 100% Seguro | Hospitalar Distribuidora

Por: R$ 449,90ou X de

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Comprar

Porque comprar na HD:

Desconto para pagamento à vista

Entrega garantida para todo o Brasil

Produto 100% Original

Compra Segura

Parcelamento sem juros

DESCRIÇÃO


A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários e Dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para CNPJ deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.



 



 



A Adrenalina é um produto fotossensível, por isso não pode ser vendido de maneira fracionada. O fabricante recomenda a abertura da embalagem APENAS mediante o uso. Se o produto sair de sua embalagem original antes do uso, a exposição a luz faz com que a Epinefrina Injetavel perca a materia prima em sua essência, ocasionando a ineficiência do Adren.



 



Epinefrina é um antiasmático; broncodilatador [catecolamina; adrenérgico; estimulante adrenérgico; simpaticomimético; vasopressor; estimulante cardíaco; adrenalina (outro nome genérico)].



 



Para que serve?



Asma brônquica; choque anafilático; parada cardíaca.



 



Como age?



A Epinefrina estimula de forma potente e diretamente receptores alfa e beta-adrenérgicos.



 



Como se usa?



Uso Injetável



•      após aplicação subcutânea ou intramuscular, massagear o local da injeção para tornar a absorção mais rápida.



 



ATENÇÃO: por Via Intravenosa usar apenas soluções a 1:10.000 ou ainda mais diluídas (alguns médicos preferem soluções a 1:100.000). A aplicação por via intravenosa deve ser feita lentamente, com monitoramento cardíaco.



 



Via Intramuscular



Epinefrina (solução) 1:1000 (1 mg/mL)



ADMINISTRAÇÃO: em adultos, no braço; em crianças, na face lateral da coxa.



ATENÇÃO: não aplicar nas nádegas.



 



USO INJETÁVEL – DOSES



Adultos



Asma Brônquica



Iniciar com 0,1 a 0,5 mg (da solução 1:1000), subcutânea ou intramuscular, repetindo a aplicação a cada 20 minutos ou até a cada 4 horas. Alternativamente, 0,1 a 0,25 mg, via intravenosa (utilizando solução a 1:10.000 ou ainda mais diluída), lentamente, repetindo a aplicação após 5 a 15 minutos, se necessário.



 



Vasopressor



Infusão intravenosa (utilizando solução a 1:10.000 ou ainda mais diluída), 1 mcg por minuto. A dose pode variar de 2 a 10 mcg por minuto, para se obter a resposta hemodinâmica desejada.



 



Parada Cardíaca



Via intravenosa (utilizando solução a 1:10.000 ou ainda mais diluída), 0,5 a 1 mg cada 3 a 5 minutos durante a ressuscitação.



 



Crianças



Asma Brônquica



0,01 mg por kg de peso corporal (da solução de 1:1.000), via subcutânea. Repetir a aplicação com 20 minutos a 4 horas de intervalo, se houver necessidade. Não exceder 0,5 mg em uma única dose.



 



Parada Cardíaca (recém-natos)



Via intravenosa (utilizando solução a 1:10.000 ou ainda mais diluída), 10 a 30 mcg por kg de peso cada 3 a 5 minutos.



 



Não Usar o Produto



Alergia à Epinefrina ou a outros simpaticomiméticos; glaucoma de ângulo fechado; choque (exceto choque anafilático); síndrome cerebral orgânica; dilatação cardíaca; insuficiência coronariana; durante o trabalho de parto (pode causar anóxia fetal); junto com anestesia local, nos dedos dos pés ou das mãos, orelhas, nariz ou genitália; crianças prematuras e recém nascidos.



 



Avaliar Riscos X Benefícios



Idosos; problema cardíaco, incluindo arritmias ou doença cardiovascular; hipertensão; diabetes mellitus; hipertireoidismo; doença cerebrovascular; desordem psiconeurótica; asma brônquica ; desordem psiconeurótica; paciente com asma brônquica ou enfisema com doença cardíaca degenerativa; pacientes que estejam recebendo anestesia por inalação.



 



Reações Mais Comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)



SISTEMA NERVOSO CENTRAL: dor de cabeça; nervosismo; sonolência; tremor.



CARDIOVASCULAR: palpitação.



GASTRINTESTINAL: náusea; vômito.



 



Atenção ao Utilizar Outros Produtos



A Epinefrina:



 



•      pode ter sua ação inibida por: alfabloqueadores, alcaloides do ergot.



•      pode aumentar os riscos de arritmias cardíacas graves com: anestésicos hidrocarbonados de inalação (ex.: halotano); digitálicos; levodopa.



•      pode ter sua ação inibida ou pode inibir a ação de: betabloqueadores.



•      pode aumentar os riscos de arritmias cardíacas e de aumento grave de pressão sanguínea com:antidepressivos tricíclicos; anti-histamínico; hormônio tireoideano; maprotilina.



•      pode sofrer ou provocar aumento das reações adversas (graves) com: cocaína; IMAO (inibidores da monoamina-oxidase, incluindo furazolidona, procarbazina e selegilina).



•      pode ter sua ação aumentada por: guanadrel; guanetidina.



•      pode ter sua ação aumentada ou pode aumentar a ação de: doxapram; metilfenidato.



•      pode aumentar os riscos de arritmias cardíacas com: digitálicos.



•      pode resultar em aumento do estreitamento dos vasos com: ergotamina.



 



Link da bula no site do fabricante: http://www.hipolabor.com.br/produto/adren/