Parcele em até 3x sem juros|3% de desconto no boleto

Atendimento

Horário de funcionamento:

Seg à sex das 8h às 12h | 13h às 18h

Sáb das 8h às 12h

0

Adenosina Injetável 6mg Ampola 2ml (Adenocard) - Hipolabor

De: R$ 33,00Por: R$ 23,00

Preço a vista: R$ 23,00

Economia de R$ 10,00

Comprar

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

  • Descrição


A venda desse medicamento é restrita, pois nós somos distribuidores, que ao contrário de farmácias, não fazemos retenção de receitas médicas. A comercialização via CPF é permitida para profissionais que possam responder pelo uso desse medicamento, como Médicos, Médicos Veterinários e Dentistas, tendo a obrigatoriedade de enviar a cópia frente e verso de suas respectivas carteiras profissionais no nosso e-mail de contato (vendas@hospitalardistribuidora.com.br). A venda para CNPJ deverá ser enviado no mesmo e-mail de contato, as cópias do Alvará SanitárioCertificado de Regularidade Técnica e o Contrato Social.



 



Laboratório: Hipolabor



Medicamento Genérico



Uso: Injetável (solução) 6 mg/2 mL Intravenosa



Como age:



Diminui a formação de impulsos no nodo sinoatrial (SA); diminui o tempo de condução no nodo AV (átrio-ventricular ); pode interromper os caminhos de reentrada no nodo AV. Na classificação de Vaughan Williams: antiarrítmico Classe IV. Ação - início: imediato. Biotransformação: muito rápida (por enzimas circulantes nos glóbulos vermelhos e nas células das paredes dos vasos). Transforma-se em inosina inativa (que será convertida até ácido úrico) e em AMP (ADENOSINA monofosfato). Eliminação: por captação celular e na urina como metabólitos (ácido úrico o principal).



 



ADENOSINA (solução) 6 mg/2 mL – Via intravenosa direta



Estabilidade após aberto: usar de imediato, descartar sobras. A solução deve estar clara no momento do uso.



Tempo de injeção: 1 a 2 segundos (injeção rápida), em local o mais próximo possível do tronco do paciente. Não administrar nas veias das mãos ou pés.



Não usar o produto



Bloqueio atrioventricular de 2º ou 3º grau (a menos que o paciente use marca-passo); flutter atrial; fibrilação atrial; síndrome sinusal; taquicardia ventricular; doença pulmonar broncoconstritiva ou broncoespástica.



 



Avaliar riscos x benefícios



Episódios de assistolia transitórios ou prolongados (podem ocorrer); fibrilação ventricular (pode ocorrer); paciente com taquicardia de origem desconhecida (pode levar a arritmias graves); paciente com angina instável (risco aumentado de eventos); bloqueio atrioventricular de primeiro grau (pré-existente); bloqueio de ramo (pré-existente); paciente com disfunção autonômica, doença cardíaca estenótica valvular, pericardite ou efusão pericárdica, estenose da carótida com insuficiência cerebrovascular, hipovolemia, paciente com broncoconstrição ou broncoespasmo (evitar o uso, pode exacerbar os sintomas).  



 



Reações mais comuns (sem incidência definida)



CARDIOVASCULAR: rubor na face.



RESPIRATÓRIO: dificuldade para respirar, insuficiência respiratória.



 



Outras considerações importantes



•     monitorar: pressão sanguínea; frequência cardíaca (a cada 15 ou 30 segundos, durante diversos minutos); eletrocardiograma (para checar a eficácia do produto).